O NOSSO CAMINHO PARA UMA BELEZA MAIS SUSTENTÁVEL

Enquanto líderes mundiais em beleza natural, temos a oportunidade
de ajudar a criar um impacto positivo ao abrir caminho para uma beleza
sustentável e acessível a todos

OS NOSSOS COMPROMISSOS DE SUSTENTABILIDADE EM 5 PASSOS

Sustentabilidade passo 1

Mais fontes solidárias

Apoiamos 670 comunidades como parte dos nossos programas de fornecimento de ingredientes.
Em 2025, estarão incluídas 800 comunidades.

saber mais

Mais fórmulas ecológicas

Em 2019, os nossos novos champôs e fórmulas de cuidados de cabelo atingiram uma média de 91% de biodegradabilidade*.
Em 2025, iremos criar novas fórmulas altamente funcionais e respeitosas para o seu cabelo e pele, distribuídas por Green Sciences, tais como biotecnologias.
*De acordo com OECD 301 ou testes equivalentes.

saber mais
Sustentabilidade passo 2
Sustentabilidade passo 3

Mais embalagens recicladas e recicláveis

Em 2019, graças ao uso de plástico reciclado, salvámos 3670 toneladas de plástico de primeiro uso.
No fim de 2020, as embalagens Fructis serão feitas com plástico 100% reciclado na Europa e nos EU.
Em 2025, Garnier visa que todas as embalagens sejam feitas com plástico 100% reciclado, recarregável ou reutilizado.

saber mais

Mais energias renováveis

Desde 2005, as nossas fábricas e centros de distribuição já reduziram 45% o uso de água e 72% em emissões de CO2.
Em 2025, 100% dos nossos locais industriais serão neutros em carbono.

saber mais
Sustentabilidade passo 4
Sustentabilidade passo 5

Mais ações para combater a poluição do plástico

Juntámo-nos à Ocean Conservancy para lutar contra a poluição do plástico, mobilizando 373 colaboradores para o Dia Internacional da Limpeza Costeira.

saber mais


Relatório do Progresso Sustentável 2019

Para saber mais sobre as nossas ações, disponibilizámos o nosso primeiro relatório de sustentabilidade para lhe trazer informação transparente sobre as nossas práticas.

Impacto ambiental e social

Impacto Ambiental e Social

Descubra o impacto ambiental e social dos seus produtos de cuidados de cabelo Garnier preferidos.

Proteger o oceano

A Trabalhar para proteger o oceano

Desde 1986 que a organização e os seus volutários apanharam mais de 136,000
toneladas de lixo através das suas limpezas costeiras internacionais, despoluindo praias e vias fluviais de todo o mundo.

visitar ocean conservancy

Conseguimos!

No dia 21 de Setembro de 2019, as equipas Garnier de todo o mundo juntaram-se à Ocean Conservancy para o Dia Internacional da Limpeza Costeira, reduzindo o plástico nos oceanos. Juntos, limpámos 6 toneladas de lixo das praias e vias fluviais do mundo inteiro.

Conseguimos

Mais fontes solidárias

Em 2019, as nossas ações empoderaram 670 comunidades no mundo inteiro. Em 2025, 800 comunidades farão parte dos nossos programas solidários de fornecimento de ingredientes.

Como é que a Garnier ajuda os agricultores?

O programa Solidarity Sourcing dá acesso a um rendimento sustentável às pessoas que são excluídas do mercado de trabalho. Estamos empenhados em implementar práticas de comércio justo na cadeia de fornecimento, procurando ajudar os agricultores e trabalhadores com melhores rendimentos e vidas. Também fornecemos formações para melhorar as suas competências na agricultora e dar-lhes os mais recentes conhecimentos em agricultura orgânica.


Como é que a Garnier ajuda a economia local?

Facilitamos o acesso a serviços de saúde ou mecanismos de proteção social para muitos dos nossos proprietários. Em 2019, o nosso programa Solidarity Sourcing permitiu que 670 comunidades a passar por desafios sociais ou financeiros ganhassem acesso a um trabalho e um rendimento justo. Também nos juntámos a ONGs para ajudar a empoderar comunidades através de programas de responsabilidade social ou fontes "solidárias" pelo mundo inteiro.


Mais fórmulas ecológicas

Em 2019, os nossos novos shampoos e fórmulas de cuidados de cabelo atingiram uma média de 91% de biodegradabilidade*. Até 2025, iremos criar novas fórmulas altamente funcionais e respeitosas para o seu cabelo e pele, distribuídas por Green Sciences, tais como biotecnologias. *De acordo com OECD 301 ou testes equivalentes.

O que significa ter fontes sustentáveis?

Quando selecionamos os nossos fornecedores, temos em conta questões éticas, o impacto ambiental e fatores sociais. Queremos que os nossos ingredientes sejam produzidos e colhidos de uma maneira responsável e sustentável. Isso inclui os agricultores, a terra que é utilizada, práticas agrícolas, comunidades locais, e muitos outros aspetos de abastecimento.


Porque é importante ter fontes sustentáveis?

Consideramos ter fontes sustentáveis algo importante porque o nosso objetivo é garantir que os nossos materiais renováveis se possam regenerar de forma abundante, aumentando a biodiversidade e reduzindo o impacto nas alterações climáticas.


Como podemos proteger a biodiversidade?

Através de programas como o nosso Respectful Bee Welfare Program, a Garnier obtém de forma sustentável todos os seus ingredientes derivados das abelhas através de uma rede de fornecedores e apicultores responsáveis. Outro exemplo é o nosso programa Solidarity Sourcing em parceria com a PRONATURA, que ajuda 23 famílias Mexicanas a adotar práticas agrícolas orgânicas, incluindo iniciativas para preservar a biodiversidade nas reservas protegidas em volta das suas quintas.


Qual é a estratégia de fornecimento sustentável de Garnier?

Estamos a lutar para que 100% dos nossos ingredientes renováveis sejam fornecidos de forma sustentável em 2022. Estamos inteiramente comprometidos a proteger a biodiversidade e o planeta usando Green Sciences para oferecer aos nossos consumidores alto desempenho enquanto garantimos que cada produto Garnier é mais sustentável. Hoje, mais de metade dos ingredientes Garnier vêm de fontes renováveis e, em 2025, esperamos que 100% dos nossos ingredientes renováveis sejam fornecidos de forma sustentável. Ter fontes sustentáveis nas nossas embalagens também é prioritário. Em 2019, 100% das nossas caixas de cartão e as instruções de uso de produto (feitas de papel) têm um certificado de floresta tratada de forma sustentável.


De que forma está a Garnier a tornar-se mais verde?

Desenvolvemos novas fórmulas 98% de origem natural, produtos de cuidado da pele orgânicos certificados pela Ecocert e reduzimos continuamente as pegadas ecológicas dos nossos produtos. Nos nossos locais industriais, reduzimos significativamente as nossas emissões de CO2 e consumo de água. Recolhemos os nossos ingredientes naturais de forma cada vez mais sustentável, ao lançar fórmulas de origem natural dentro das nossas categorias de produtos. Em 2019, introduzimos uma nova variedade orgânica. Melhorámos o desempenho sustentável nas nossas fábricas e reduzimos o uso de plástico virgem nas embalagens, aumentando o conteúdo reciclável.


O que são Green Sciences?

Green Sciences abrangem todo o conhecimento científico, incluindo a transformação de materiais naturais brutos em ingredientes naturais de alto desempenho através de processos como extração ou fermentação, de uma forma sustentável que respeite o ambiente. Garnier aproveita os mais recentes conhecimentos em ciência para soltar o poder da natureza nos nossos produtos sustentáveis de alto desempenho.


O que é o cultivo verde?

São práticas agrícolas que promovem a produção de materiais naturais brutos de forma a preservar ecossistemas e reduzir o impacto no ambiente. Isto significa o uso de menos água, produção de menos emissões de carbono e redução de desperdícios.

Como ter uma beleza responsável?

A Garnier foi pioneira no movimento de transparência, divulgando a origem dos nossos ingredientes a partir de 2017. Em 2020, abrimos novos caminhos ao partilhar o impacto ambiental e social dos nossos produtos através de uma nova e ambiciosa rotulagem ambiental. Recolhemos os nossos ingredientes naturais de forma cada vez mais sustentável, com fórmulas de origem natural em todas as nossas categorias de produtos, incluindo a nossa nova variedade orgânica. Melhorámos o desempenho sustentável nas nossas fábricas e reduzimos o uso de plástico virgem nas embalagens, aumentando o conteúdo reciclável. A nossa estratégia Green Beauty permitir-nos-á fazer mais progressos ao adotar uma abordagem de ponta-a-ponta de beleza. Isso envolve compromissos de melhorar os impactos dos nossos produtos durante os seus ciclos de vida, ajudar a preservar recursos naturais, aproveitar energia limpa e prevenir o desperdício.

O que significa “fórmula eco-designed”?

Com avaliações ao ciclo de vida, os nossos laboratórios têm medido os impactos ambientais durante anos. Focamo-nos em melhorar a biodegradabilidade das nossas fórmulas, reduzir a nossa pegada hídrica, e reduzir o impacto dos nossos produtos no ambiente aquático.


Mais embalagens recicladas e recicláveis

No fim de 2020, todas as embalagens Fructis serão feitas com plástico reciclado e vamos salvar 7000 toneladas de plástico virgem ao reduzir o peso das nossas embalagens. Em 2025, a Garnier visa que todas as embalagens sejam feitas com plástico 100% reciclado, salvando 37 000 toneladas de plástico virgem. Vamos lançar a primeira geração de embalagens que integram cartão nos nossos produtos de cuidado de pele orgânicos e os primeiros shampoos sólidos sem embalagem de plástico.

Que plásticos podem ser reciclados?

A maioria dos plásticos usados pela Garnier nas embalagens são PET (Tereftalato de Polietileno), PP (Polipropileno) e PE (Polietileno). Esses materiais podem ser reciclados e reutilizados várias vezes, e são os plásticos mais reciclados no mundo. Os plásticos RPC (Reciclados Pós-Consumo) são reciclados de plástico desperdiçado proveniente dos produtos de consumo. A Garnier comprometeu-se a usar plásticos 100% RPC ou plásticos de origem biológica em 2025. A Garnier defende que é da nossa responsabilidade aumentar a consciencialização sobre que partes dos nossos produtos podem ser reciclados. Estamos a desenvolver vídeos e tutoriais sobre diferentes tipos de plásticos e diversas correntes de reciclagem, e adicionámos instruções de separação nas páginas dos nossos produtos.


Como é que a Garnier reduz o plástico?

Baseámos a nossa estratégia de alcançar embalagens ecológicas em 4 pilares: usando materiais reciclados, redesenhando e inovando, reutilizando e reciclando.

- Inovações

Algumas das nossas inovações de redução de plástico com que estamos mais entusiasmados serão lançadas em 2020. O champô sólido Ultra Suave, a derradeira solução “zero plástico”, tem uma embalagem feita de cartão 100% certificada pela FSC. O Ecopack Ultra Suave reduz a quantidade de plástico usada nos nossos champôs em 80%. O Creme Hidratante de Cânhamo Garnier Bio vem numa embalagem de cartão.

- Produtos Existentes

O nosso objetivo é diminuir o plástico usado nas embalagens e substituí-lo por plástico reciclável ou reciclado em vez de usar plástico virgem. Para isso, precisamos de uma grande fonte, de preferência local, para plásticos Reciclados Pós-Consumo e outros materiais sustentáveis. Trabalhamos em parceria com os nossos fornecedores de embalagens e fabricantes de plástico, estando a desenvolver fontes robustas de fornecimento de RPC, com o objetivo de chegar a 100% em 2025.

- Recompensas

Em 2019, o nosso uso de plástico reciclado salvou 3670 toneladas de plástico virgem. No final de 2020, todas as embalagens de plástico de Fructis serão feitas de plástico 100% reciclado na Europa e nos EU. Ao usar plástico reciclado, vamos salvar 7000 toneladas de plástico virgem em 2020. Em 2025, todos os nossos produtos serão feitos sem plástico virgem, e todas as nossas embalagens serão recicláveis e reutilizáveis, salvando assim 37,000 toneladas de plástico virgem por ano.

- Comunidade

Temos uma parceria com a ONG Plastics For Change e vamos reciclar toneladas de plástico e providenciar um rendimento estável e acesso a serviços sociais aos catadores de lixo na Índia. Consideramos também ser da nossa responsabilidade encorajar os nossos consumidores a reciclar. Desta forma, poderemos reduzir o depósito de plástico no ambiente.


Como reciclamos o plástico?

O plástico reciclável é recolhido, limpo e separado por tipo de plástico. Depois é cortado, lavado, derretido e reformulado em plástico granulado. O plástico granulado é usado para fazer novas embalagens.

O Grupo L’Oréal criou um sindicato com a CARBIOS para desenvolver biotecnologia na reciclagem*. A Garnier vai aproveitar os resultados deste processo quando desenhar novas embalagens, ajudando a promover uma economia circular.

*A CARBIOS desenvolveu um processo de bio reciclagem enzimática para plásticos que parte os polímeros em componentes básicos (monómeros) originalmente usados para os criar. Uma vez separados e purificados, os monómeros podem ser usados de novo para criar plástico com um desempenho semelhante ao do plástico virgem, sem perder qualquer valor no processo de reciclagem.


Como reutilizar as embalagens?

A Garnier compromete-se a promover sistemas reutilizáveis, conduzindo novas parcerias e modelos. Em parceria com a LoopTM (em França), vamos construir plataformas inovadoras de compra circular que substituem as embalagens descartáveis de uso único por embalagens de plástico reutilizável duradouro.



Mais energias renováveis

Nos últimos 15 anos, diminuímos o consumo de água nas nossas produções industriais em 45% e as emissões de CO2 em 72%. Até 2025, 100% da nossa produção será em carbono neutro utilizando apenas energias renováveis.

Como reduzir emissões de CO2?

Todas as nossas fábricas têm trabalhado continuamente para reduzir as emissões de carbono, ao aumentar a eficiência de energia através de melhorias no design e isolamento do edifício, bem como usando tecnologias eficientes de energia para processos industriais e finalmente, procurando mais energias renováveis localmente.

Esses tipos de esforços levou-nos a reduzir a nossa pegada ecológica em 72% de 2005-2019. No entanto, o nosso objetivo é que todos os nossos locais industriais se tornem neutros de carbono em 2025. Tornaremos isso possível aproveitando tecnologias que mais se adequam a cada local: biometanização, painéis solares, biomassa, energia eólica, etc.


Como reduzir o consumo de energia?

Dentro das nossas instalações de produção e centros de distribuição, continuaremos a otimizar o nosso uso de energia, com o objetivo de usar energia 100% renovável em 2025.


O que é uma fábrica sustentável?

Uma fábrica sustentável é uma fábrica que usa energias renováveis e é neutra de carbono.


Como reduzir o consumo de água?

A Garnier está a repensar o uso de água nas suas instalações de maneira a reduzir o consumo de água industrial de forma significante. Já temos três fábricas ""waterloop"", onde 100% do nosso consumo de água industrial (para limpeza e arrefecimento, por exemplo) é re-processada, reciclada ou reutilizada. Não precisamos de água nova para esses processos.

Ao tratar e reutilizar água de alta qualidade num ciclo interno, podemos reduzir o nosso consumo de água e impacto ambiental das fábricas. As nossas três fábricas ""waterloop"" já pouparam mais de 8 milhões de litros de água em 2019 comparando com 2018, e inspiraram muitas outras fábricas do mundo.


Como é que a Garnier reduz o seu impacto de carbono?

Uma parte dos nossos esforços para reduzir o impacto ambiental dos nossos produtos é o apoio a todos os locais industriais para que se tornem neutros de carbono e adotem energia 100% renovável nos próximos cinco anos.


Mais ações para combater a poluição do plástico

Em 2019, a Garnier juntou forças com a Ocean Conservancy para lutar contra a poluição do plástico. No dia 21 de setembro, mobilizámos 355 colaboradores de todo o mundo pelo dia Internacional da Limpeza Costeira. No dia 19 de setembro de 2020, vamos juntar-nos à Ocean Conservancy no maior esforço voluntário de um dia do mundo contra a poluição do plástico.

Que ações irá estabelecer a Garnier para proteger os oceanos?

Para causar um impacto positivo para além da indústria de beleza, fizemos uma parceria com a Ocean Conservancy, uma ONG que está há mais de 30 anos a trabalhar para mudar a corrente de plástico no oceano. Juntos, iremos aumentar a consciencialização sobre a importância de limpar os oceanos e as praias, e encorajar os nossos colaboradores e consumidores a participar na Limpeza Costeira Internacional anual da Ocean Conservancy, o maior esforço voluntário de um dia do mundo contra a poluição do plástico.

Temos também uma parceria com a ONG Plastics For Change para ajudar uma comunidade de catadores de lixo na Índia, melhorando as condições de trabalho e promovendo a reciclagem.


O que é a poluição do plástico?

A poluição do plástico tem vindo a tornar-se um desafio nas últimas décadas. Hoje, são produzidas anualmente mais de 350 milhões de toneladas de plástico, e só 20% do plástico é reciclado em todo o mundo. O restante torna-se desperdício, poluindo o nosso ambiente. Hoje, mais de 75% de todo o plástico produzido no mundo tornou-se desperdício. A poluição do plástico prejudica a vida animal e os ecossistemas naturais contribuindo para alterações climáticas.


Quanto plástico está nos oceanos?

Até 12.7 milhões de toneladas de plástico vão para o oceano por ano. Em 2050, os cientistas preveem que o plástico vai superar o número de peixes nos oceanos. O mundo está a descartar o equivalente a 1 camião do lixo cheio de plástico no oceano a cada minuto. (Fonte: UN Environment Programme https://environmentlive.unep.org/marinepollution).


Como é que o plástico vai parar aos oceanos?

A poluição do plástico nos oceanos é maioritariamente causada quando as pessoas não têm a oportunidade de descartar o seu lixo de forma responsável. Por isso, os desperdícios de plástico acabam frequentemente em rios locais, e eventualmente vão até aos oceanos. No centro do problema, a maioria da poluição do plástico é causada atualmente por modelos de negócio que apoiam as embalagens de uso único; uma má gestão de resíduos que escoa plástico para o ambiente; e uma corrente de fornecimento que produz atualmente cinco vezes mais plástico virgem que plástico reciclado.


Quais são as consequências do plástico nos oceanos?

Mais de 800 espécies de animais marinhos são afetadas pela poluição do plástico, seja por ingestão, emaranhamento ou contaminação química. É esta a causa da morte de milhões de aves marinhas e mamíferos marinhos, sendo que algumas espécies marinhas estão em vias de extinção devido à poluição de plástico nos oceanos. O consumo de plástico por parte das criaturas marinhas causa problemas de saúde que se espalham pela cadeia alimentar até a animais marinhos maiores e, por fim, aos humanos que os consomem. O plástico nos mares também polui as águas oceânicas, baixando os níveis de oxigénio e afetando a sobrevivência de animais marinhos como as baleias, os golfinhos e os pinguins. Aves e animais terrestres ficam presos e sufocam com o plástico nas praias. O plástico é uma ameaça ao funcionamento dos ecossistemas marinhos, e as micropartículas de plástico que flutuam no oceano são tóxicas para todos os seres vivos.


Tenha uma visão global fazendo download do nosso Relatório sobre o Progresso de Sustentabilidade de 2019